Um pequeno resumo sobre mim

Imagem

Bom, como prometido, vou tentar falar um pouco de mim, tarefa das mais difíceis. Todo mundo já teve que escrever uma redação falando sobre si na escola, mas como adulto é outra história, pois quando se é criança as falhas parecem importunar menos do que deveriam. Mas tentarei, filtrando humildade e supervalorização, explicar o melhor que puder.

Nascido em Belo Horizonte, estudante de uma escola católica, embora tenha me rebelado e me tornado ateu na maioridade. Me considero um neogeek. A concepção de geek ou nerd, para a maioria das pessoas, é direcionada para aquele cara com espinhas, totalmente anti-social e que sabe tudo de informática e outras matérias, o que nem sempre é verdade. Honestamente, eu nunca fui um bom aluno,  apesar de nunca ter tido dificuldades para passar de ano. Sempre fiz apenas o suficiente para conseguir as médias das notas, não cedendo uma gota de suor a mais para um desempenho acima disso. Gostava de RPG, Magic, literatura medieval, Star Wars, Dragon Ball, vídeo games, atividades típicas do nerd anteriormente citado. Mas também jogava bola, embora sem perícia, um verdadeiro pereba, e sempre fui muito sociável, o que difere daquela tradicional concepção. Perceberam a sutil diferença? Tenho muitos amigos que se inserem nessa mesma categoria. Que saem, se divertem, bebem uma cervejinha, têm muitos amigos e, ao mesmo tempo, são estudiosos em seus próprios recantos.

A minha fixação pelo futebol veio através do meu pai, um fanático cruzeirense. Eu sempre fui torcedor do Cruzeiro, mas quanto mais eu me desenvolvia (e me envolvia com os aspectos táticos, técnicos e históricos do esporte), mais eu me desprendia do fanatismo, o que às vezes me é prejudicial. Hoje, eu gosto de futebol, embora, claro, continue vibrando a cada gol do meu time. Esse interesse exacerbado, juntamente ao fato de eu sempre ter gostado muito de ler e escrever, me fizeram optar pelo jornalismo. Isso aconteceu quatro anos após me mudar para Lagoa Santa, uma cidade próxima da capital, com cerca de 50 mil habitantes, onde fica o único Aeroporto Internacional de Minas Gerais.

No próximo post, falarei sobre como me infiltrei, como um espião, no mundo do Marketing Digital, quase que por coincidência, sem saber o que era aquilo.

Lucas Amaral Nunes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s