A força da marca FGV e o início dos estudos digitais

Fundação Getúlio Vargas

Bom, como prometido, divulgarei aqui meus estudos acerca do Marketing Digital. A pós-graduação em questão é o MBA (Master of Business Administration) na Fundação Getúlio Vargas, cuja sigla, internacionalmente conhecida, é FGV. Nesse tipo de postagem, mais didática, violarei a regra dos três parágrafos, afinal, é muito pouco para algo de tamanha importância, embora a escrita seja o mais simplista, direta e breve possível. Vale lembrar também que a qualidade das aulas ao vivo nem se compara à leitura pura e simples do conteúdo aqui postado.

Vou confessar aqui algo não completamente ético, mas que foi necessário para a minha admissão. Eu não havia trabalhado na área de jornalismo até então, portanto não tinha diploma, mesmo após um ano de formatura. E, caso solicitado em Agosto (data em que fui fazer a inscrição no MBA), demoraria cerca de seis meses para chegar, o que impossibilitaria o meu ingresso na FGV. Tentei de diversas maneiras, mas a entrega do diploma não poderia ser adiantada de maneira alguma. Até que, em uma última tentativa, um dos funcionários da FGV fez uma carta, que dizia que eu havia ganhado uma bolsa integral para estudar lá. Não me orgulho da mentira, mas eu não podia atrasar meus estudos em quase um ano.

Eu fiquei impressionado com o valor que aquilo teve. A pessoa que me atendeu novamente disse que era inviável. Quando apresentei a carta, vi que seu semblante mudou, ao ver a logomarca da FGV. Ela leu pausadamente a carta, pegou o telefone e fez uma ligação. O diálogo foi o seguinte:

– Oi, Fulana (não citarei nomes reais), tudo bem? Eu estou aqui com um aluno que precisa do diploma com urgência… Sim, sim, eu sei que não é possível, mas… ele vai perder uma bolsa de 100% na Fundação Getúlio Vargas. Tá bom, beijo.

Isso foi numa sexta-feira. Na segunda, um e-mail confirmava a minha formatura no dia seguinte. O que eu não havia conseguido em um mês, foi feito em três dias diante da presença da marca. E, como visto, era sim possível o adiantamento, em uma micro cerimônia que durou exatos dois minutos, ou seja, existiu ali uma espécie de relaxamento com relação ao meu problema por parte da Newton Paiva (ou de algum profissional em específico), onde me graduei. Isso diminuiu, em parte, o peso na consciência por não ter falado a verdade.

Os meus estudos hoje são pagos, mas ali eu já percebi que existia um contexto de credibilidade na marca FGV, a qual já conhecia, mas não sabia da força. No próximo post, iniciarei os estudos digitais do marketing, de maneira didática e resumindo as minhas aulas na FGV.

Espero que gostem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s